segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

domingo, 20 de dezembro de 2009

Petit Gâteau

Quero minha inspiração de volta.
Então, quero inalar-te o máximo tempo possível,
para guardar o cheiro dessa paixão.
Sabendo que ela ainda não acabou
sabendo que está para começar.
E por que não passar as noites em claro?
Se sei que quero sentir-te o quanto for possível.
Então, vem e desperta-me para o amor.
Quero que me dê amor.
Quero ouvir-te, ouvir teus sons do amor.
Aqueles mais desesperadores,
mais... mais...
apaixonantes.
Não posso te esquecer tão rápido.
Pois o que nos une e nos separa
é o que persiste entre nós.
Não vou desistir de você.
Nunca vou desistir de você.
Nem que para isso eu tenha que dormir anos e anos
ao som da tua doce voz.
Nem que para isso eu tenha que tentar entender
porque a vida nos mostrou assim.
Tão... tão distantes.
Tornando-nos na vida pessoas contrárias.
Em hemiférios diferentes.
Em tempos diferentes.
Em climas diferentes.
Em estações diferentes.
Tornando-nos, assim, a perfeita combinação.